Brás Moda: rede de lojas que tem o dna do brás até no nome

Brás Moda: rede de lojas que tem o dna do brás até no nome

Com suas origens fortemente ligadas ao tradicional comércio do Largo da Concórdia, a BRÁS MODA é referência quando o assunto é moda infantil, roupas para bebês e enxovais.

Em 1988, logo após se formar em Administração de Empresas na Universidade Mackenzie, o futuro fundador da Brás Moda quase aceitou uma proposta de emprego em uma conhecida empresa multinacional de consultoria, mas seu pai lhe disse: “Para que trabalhar para alguém, meu filho? Crie seu próprio negócio!”.

Assim nasceu a Moda Emoção, uma loja especializada na revenda de peças de lingerie. Inicialmente, o empreendimento funcionava pertinho do imóvel onde seu pai, um alagoano nascido em Arapiraca – capital nordestina do fumo de corda -, há décadas comanda uma tabacaria, no Largo da Concórdia. “Passei minha infância e minha adolescência ali naquela região.

Nada mais natural para mim do que começar a minha vida profissional por lá”, recorda. Em meados dos anos 90, a empresa mudou de nome, passando a ser conhecida como Brás Moda, e abriu filiais na Rua Oriente, em Santo Amaro (na região do Largo Treze) e na Lapa (na Rua 12 de Outubro).

Entre os produtos vendidos nas lojas estavam as cuecas Tung, produzidas em uma confecção montada pelo próprio dono e um de seus três irmãos. Em 2004, a loja de Santo Amaro foi desativada e a rede assumiu a configuração que mantém até hoje, com cinco unidades: quatro no Brás (três na Rua Oriente e uma na Barão de Ladário) e uma na Lapa.

“A loja da Rua 12 de Outubro vai bem, mas as quatro aqui do Brás são melhores e mais rentáveis. É impressionante a força desse bairro quando o assunto é moda e vestuário, e estamos estrategicamente instalados na Rua Oriente, que é a espinha dorsal desse dinâmico polo comercial”, festeja.

No ano de 2011, ele e sua esposa, Márcia, resolveram mudar o foco da Brás Moda, trocando o segmento de moda íntima pelo de moda infanto-juvenil e puericultura. “A Brás Moda acompanha o desenvolvimento da garotada, desde os primeiros passos até a adolescência, vendendo não só roupas, como também enxovais e acessórios como chupetas, mamadeiras, escovas e sapatinhos”, explica o empresário.

As roupinhas de bebê e a malharia para crianças são fornecidas por pequenos produtores de cidades catarinenses como Brusque, Blumenau, Gaspar e Indaial. As mantas, cobertores, toalhas e cueiros da linha de enxoval vêm de cidades do interior dos estados do Paraná (como Terra Roxa) e de São Paulo (como Amparo e Tietê), e os jeans infantis são comprados em confecções do Brás mesmo.

“Trabalhamos com roupinhas do tamanho P ao 14, além dos itens de puericultura. Nosso desejo é fazer parte da vida de nossos clientes não somente por meio de nossos produtos de qualidade, mas também de nosso atendimento carinhoso e prestativo”, finaliza.

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.

Nome

E-mail

Assunto

Mensagem