Comércio segue aquecido no primeiro trimestre do ano

Comércio segue aquecido no primeiro trimestre do ano

Os índices de novas contratações e a confiança dos comerciantes mostram que o comércio começou o ano mais aquecido.

No final de 2018, os contratos temporários para as vendas de final de alto causaram um impacto positivo em relação às taxas de emprego. O mês de janeiro de 2019 fechou com mais contratações do que no ano passado. Foram 65.978 novas vagas, representando um aumento de 61,5%. O registro de vagas do mesmo período em 2018, foi de 48.747 vagas.

“Isso tem a ver com o maior número de contratações temporárias em novembro e dezembro do ano passado. O resultado do comércio parece negativo, mas o setor contratou 108 mil pessoas no fim de 2018, ante 74 mil no fim de 2017. Com o ajuste de janeiro, cerca de 26 mil trabalhadores continuaram trabalhando no comércio no começo do ano passado, saltando para 42 mil no começo deste ano”, explicou o coordenador-geral de Estatísticas da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Mário Magalhães.

Comerciantes estão mais confiantes

Os comerciantes também estão mais confiantes com o período. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio no Município de São Paulo (Icec) — calculado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) — subiu 3% em fevereiro, para 122,7 pontos, de 119,2 em janeiro.

Assim, o indicador avança pelo sexto mês consecutivo. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o índice também apontou crescimento (7,1%). O índice é apurado todos os meses pela FecomercioSP e varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

Aproveite os bons resultados do setor para impulsionar o seu negócio. Divulgue e invista na sua loja. Conte com a Alobrás para se destacar.

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.

Nome

E-mail

Assunto

Mensagem