Coloração Pessoal: Aprenda a escolher as cores que combinam com você!

Coloração Pessoal: Aprenda a escolher as cores que combinam com você!

Você já percebeu que certas cores tem o poder de realçar nossa beleza, não é mesmo? Por isso é importante entender um pouco das técnicas de coloração pessoal e criar paletas personalizadas.

Com esse conhecimento é possível descobrir quais tonalidades combinam com você e aquelas que devem ser evitadas. Além de ficar bem mais fácil de compreender a diversidade de cores usadas no visual.

Descubra a temperatura, intensidade e profundidade da sua pele

Para descobrir a temperatura da sua pele você vai precisar testar várias peças de roupa com cores frias (azul, prata, roxo…) e quentes (amarelo, dourado, laranja…), por exemplo.

Sem maquiagem, reúna os tecidos e faça comparações na sua pele. Se você perceber que os tons quentes caíram como uma luva, quer dizer que a sua pele tem a mesma temperatura. Do contrário, a sua temperatura é a fria.

As peles de tonalidade fria são mais rosadas e avermelhadas e ficam perfeitas com peças cinzas e prateadas. Já as peles em tonalidade quente são mais amareladas e esverdeadas e ganham destaque com peças douradas e laranjas.

Uma cor viva e intensa chega mais perto da tonalidade pura do que as cores suaves e opacas. Mas o bom é que ambas podem ser aproveitadas, abrindo um leque maior de possibilidades de looks.

Separamos inúmeras nuances de verde para exemplificar o que estamos dizendo. Além da intensidade, a imagem também evidencia a profundidade das cores presentes. A profundidade é definida como a proximidade que uma certa tonalidade tem do preto total e do branco total. Os termos escuro e claro que são empregados no dia a dia.

Resumo da análise de coloração pessoal

1. Primeiro é preciso contar com um ambiente com maior incidência de luz natural. Caso não seja possível, pode ser uma lâmpada em tonalidade clara e direcionada para você;

2. Ter um espelho de corpo inteiro é fundamental para fazer os testes com as peças, desde escalas em branco e preto, cores quentes, cores frias, mistura de cores, tons opacos e brilhantes e por aí vai;

3. Com o espelho bem posicionado e iluminação adequada, é interessante que a parede de fundo seja neutra. Você pode colocar um tecido na parede na cor cinza, por exemplo;

4. Caso seu cabelo não esteja em tom natural, a dica é criar um isolamento para não confundir a percepção e atrapalhar a descoberta da coloração natural, aquela que mais combina com você;

5. Com os tecidos ao alcance das mãos, eles dever ser aproximados do rosto. Assim, é possível observar as tonalidades que se comportam melhor, que criam contraste e realçam sua beleza.

Gostou de saber mais sobre coloração pessoal? Estamos sempre trazendo conteúdos e novidades sobre o universo da moda. Aproveite e leia outros artigos em nosso Blog!

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.

WhatsApp chat